Conselhos Federais de Classes:
  clique nos logos para entrar nos sites:
  www . portalmedico . org . br /

    Portal do
    CFM - Conselho Federal de Medicina




  www.cfbiomedicina.org.br

    CF Biomedicina



  http://www.cfc.org.br/

    CFC- Conselho Federal de Contabilidade



  Conselho Federal   www.cfn.org.br
  Nutricionistas  
    Conselho Federal de Nutricionistas



  Conselho Regional   www.crn5.org.br
  Nutricionistas  
    Conselho Regional de Nutricionistas - 5ª Região (Bahia e Sergipe)



  http://www.cff.org.br/

    CFF - Conselho Federal de Farmácia



  Conselho Federal   www.coffito.org.br
  Fisioterapia  

    Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional



  www . cfa . org . br

    CFA - Conselho Federal de Administração




  www . cofeci . gov . br

    Conselho Federal de Corretores de Imóveis


    Telefone geral: (61) 3321-2828
    Fax: (61) 3321-0765
    Informações sobre o Censo: 0800-6442323
    Via Correspondência
    Conselho Federal de Corretores de Imóveis
    SDS Edifício Boullevard Center, salas 201/210
    Brasília-DF
    CEP 70.391-900
    Telefone: (61) 3321-2828 Fax: (61) 3321-0765



  www . confea . org . br

    CONFEA - Conselho Federal de Engenharia Agricultura Agronomai




  www . cfmv . org . br

    CFMV - Conselho Federal de Medicina Veterinária




  www . oab . org . br

    OAB - Ordem dos Advogados do Brasil




  http://cfo.org.br/

    CFO-




  http://www.cfb.org.br/

    CFB-




  http://www.cfn.org.br/

    CFN-




  http://www.fonoaudiologia.org.br/

    Fonoaudiologia




  http://www.cofecon.org.br/

    COFECON-




  Conselhos Regionais de Classes

    Conselhos Regionais de Classes




  Artigo sobre o tema::
  www . jus2.uol.com.br/ doutrina/

    A Natureza Jurídica dos conselhos fiscais de profissões regulamentadas

    CONSIDERAÇÃO INICIAL
    O presente artigo tem a finalidade de traçar algumas linhas acerca da natureza jurídica dos conselhos fiscais de profissão regulamentada.

    A importância do estudo se mostra presente, tendo em conta que as mais diversas profissões liberais têm seu órgão de fiscalização específico, que serve de sustentáculo para toda uma atividade profissional e que sem dúvida resvala a sua atuação na própria sociedade, pela repercussão da atuação dos respectivos profissionais.

    A discussão acerca da natureza jurídica dos conselhos, que foi alvo de controvérsias durante um bom tempo, sem dúvida contribuiu para a falta de uniformidade na conduta, postura e funcionamento dos vários conselhos, o que trouxe severos transtornos para sua disciplina jurídica.

    DA NATUREZA JURÍDICA

    Os conselhos fiscais de profissões regulamentadas são criados por meio de lei federal, em que geralmente se prevê autonomia administrativa e financeira, e se destinam a zelar pela fiel observância dos princípios da ética e da disciplina da classe dos que exercem atividades profissionais afetas a sua existência.

    Não raro, na própria lei de constituição dos conselhos vem expresso que os mesmos são dotados de personalidade jurídica de direito público, sendo que outras leis preferem apontá-los, desde logo, como autarquias federais.

    Acontece que, mesmo com essa regulamentação clara, a natureza jurídica dos conselhos profissionais sempre foi alvo de controvérsias.

    Várias são as naturezas jurídicas apontadas para os conselhos de fiscalização, como autarquias de natureza especificamente corporativa, autarquias especiais, autarquias sui generis, entidades paraestatais ou até mesmo entidades dotadas de personalidade jurídica de direito privado.

    A natureza privatística dos conselhos profissionais ganhou força com a edição da Lei 9.649, de 27 de maio de 1998, na qual se previu que os serviços de fiscalização de profissões regulamentadas serão exercidos em caráter privado, por delegação do poder público, mediante autorização legislativa.
    Clique no logo ao lado para ler mais

 
  Anúncios Gerais:
  C   w
  M  



.